Home

O Projeto

O Banco do Brasil detém umas das mais sólidas trajetórias entre as instituições brasileiras.

Simbolicamente criado em 1808, com a vinda da família real portuguesa ao Brasil, registra-se sua fundação oficial em 1853, assumindo nova configuração jurídica em 1905, o que já evidenciava um processo contínuo de reinvenções, adaptações e mudanças em conexão com os momentos históricos marcantes do país.

O fato é que a instituição caminhou lado a lado com o desenvolvimento da nação. Da primeira moeda cunhada, quando de seu primeiro movimento como instituição financeira, ao mais inovador aparato tecnológico, seu legado espelha a vocação pública do banco e seu papel na gestação e no desenvolvimento de políticas que muitas vezes extrapolam o cenário mercantil, dialogando com diversas áreas do conhecimento e com segmentos de nossa sociedade, em temas tão diversos quanto a agricultura, a cultura, a ciência ou a mobilidade urbana. 

Essa prerrogativa multifacetada da dinâmica de um banco como o Banco do Brasil – com seus atos e feitos históricos preservados em diversos registros e suportes – é testemunha que transcende a cultura organizacional da instituição e revela a história do nosso país, a partir de diferentes perspectivas. 

Preservar e compartilhar a memória do Banco do Brasil, assim como todas as outras memórias que estão na fronteira da instituição, é, portanto, contribuir para o entendimento da história do Brasil e de seu povo, numa perspectiva que leva em conta seus aspectos econômicos, sociais e culturais.


Download